Celtab

Centro Latino-americano de Tecnologias Abertas

Tecnologias livres são um poderoso instrumento de Pesquisa e Desenvolvimento e potencial gerador de soluções para as necessidades da Itaipu Binacional, assim como insumo para a formação de novos empreendimentos. No PTI, as pesquisas em software livre é feita no Celtab, visando a inovação. O conhecimento do Centro é difundido por meio de parcerias com instituições públicas e privadas, acadêmicas, de pesquisa, de fomento e de produção. 

 

Em 2016, o Celtab formalizou um acordo de cooperação com a Linux Professional Institute - LPI, para o desenvolvimento de ações que fomentem a capacitação de profissionais em tecnologias open source na região. A fase inicial dessa parceria busca identificar, entre as escolas de ensino médio da região, instituições candidatas à capacitação para a certificação Linux Essentials, a primeira da carreira profissional. Todo o processo de capacitação deve estar associado a um projeto empreendedor, em que o estudante venha a conhecer um ou mais produtos em software livre que possa compor sua oferta de serviços para a região em que está inserido. Nas instituições de ensino superior, o objetivo é introduzir tópicos das Certificações LPI fomentando a participação destes alunos nas certificações oferecidas.

 

Fundação PTI, Itaipu Binacional e Linux Professional Institute

  • Fomentar o desenvolvimento de Software Livre no Brasil e demais países da América Latina.
  • Formar pessoas com alta qualificação técnica em Software Livre.
  • Atender demandas da Itaipu Binacional referentes a Software Livre e padrões abertos.
  • Prover atendimento especializado às demandas de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Itaipu e da Fundação PTI.
  • Melhorar as soluções tecnológicas de Itaipu referentes a tecnologias livres.
  • Fomentar novas empresas de Tecnologia da Informação e Comunicações que futuramente poderão suprir demandas de serviços da Itaipu e da região.

  • 162 alunos da BP3 capacitados, entre brasileiros e paraguaios treinados no uso de tecnologias livres em 2016 / 426 alunos treinados em 4 anos;
  • 5 participações em eventos técnicos, como Campus Party, Latinoware, III WCTI em 2016;
  • 1 curso de Scrum contratado em 2016; 
  • 9 palestras em eventos, como Meditec e Simpósio Internacional de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo – SIICUSP; 
  • 5 projetos executados no período/23 em 4 anos;
  • 5 projetos em execução;
  • 12 bolsas ativas / 27 bolsas concedidas em 4 anos.

. Criação da Plataforma Lora para impulsionar o Empreendedorismo.

 

. Linhas de Pesquisas para Itaipu Binacional:
- Monitoramento de Salas Remotas - Pesquisa e especificação de uma arquitetura para monitoramento de sensores, controle de acesso e video.
- Atualização nas TV´s de sala de aula das Escolas Estaduais (TV Laranja), oferecendo a oportunidade de criar novas estratégias pedagógicas, proporcionando mais autonomia para os professores, com a implementação da tecnologia.
- Monitorar a qualidade do sinal wireless das redes da Itaipu Binacional.
- ChatOps - Chat de colaboração que conecta pessoas, ferramentas, processos e automação para um fluxo de trabalho transparente.
- Search Engine - Alternativas de tecnologias de indexação de arquivos para substituição da tecnologia atual adotada na Itaipu Binacional.
- RFID Monitor - Monitoramento da migração dos peixes no Canal da Piracema com o intuito de aprimorar o sistema legado.
- Ferramenta de compartilhamento de contatos para o Programa Oeste em desenvolvimento.
- Speech to Text - Ferramentas e métodos de reconhecimento e transcrição de fala em Língua portuguesa e Espanhola, com a finalidade principal de gerar atas de reuniões de forma automatizadas.
- Ferramenta para realização de inventário dos patrimônios da Itaipu Binacional utilizando tecnologia de tags RFID.
- Sistemas operacionais voltados para internet das coisas.

 

. Aprimoramento do protótipo do projeto da automação de barcos na base do NEPOM – Polícia Federal

 

. Doutorado (Minter) em TI