Transformar conhecimentos e tecnologias em

 

soluções para o progresso da sociedade

Aplicativo de microrrede social para turistas vence Hackatour Cataratas 2020

Aplicativo de microrrede social para turistas vence Hackatour Cataratas 2020

14/08/2020

Já imaginou fazer novos amigos a cada destino por meio de uma plataforma virtual para viajantes independentes? Essa é a proposta da Destyn, grande vencedora do Hackatour Cataratas 2020, uma maratona focada em soluções inovadoras para o turismo, organizada pelo Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR) e pela De Angeli Eventos e Empreendimentos.
     
O anúncio das equipes vencedoras ocorreu nesta sexta-feira (14) durante uma live transmitida nas mídias sociais do evento. O publicitário Abel Chang, líder do time vencedor, explicou que a proposta do grupo foi “propôr uma microrrede social para conectar viajantes solo para compartilharem as suas experiências, além de ajudar a fortalecer o comércio e o turismo local”.
     
Em segundo lugar ficaram os criadores da plataforma Snap Packing, que tem como premissa facilitar o encontro entre viajantes de forma prática, criando uma comunidade de turismo alternativo e fortalecendo atrativos não tradicionais. A lista de premiados ainda conta com os mentores do Businesstrip, um aplicativo para gestão de gastos em viagens de negócios, reunindo em uma única ferramenta funcionalidades como prestação de contas, credenciais de acesso, bilhetes aéreos, agenda de reuniões e cartão de visita. 
   
Durante a cerimônia de premiação, o diretor administrativo-financeiro do PTI-BR, Flaviano da Costa Masnik, parabenizou os vencedores e destacou que a experiência foi de grande aprendizado para todos os participantes do evento. “O network e as mentorias podem auxiliar nessa ou em outras ideias que venham a surgir”. Masnik também pontuou que “tudo isso pode contribuir positivamente no turismo da cidade e para que o nosso visitante permaneça mais tempo e se sinta mais acolhido”. 
    
O idealizador do Festival das Cataratas e diretor-presidente do Instituto de Desenvolvimento do Turismo, Cultura, Esporte e Meio Ambiente (IDESTUR), Paulo Angeli, disse que todos os 78 inscritos “já fazem parte da história do turismo, essa atividade econômica tão carente de tecnologias e inovações”. Angeli também anunciou que as equipes poderão apresentar as suas soluções - que serão aprimoradas com apoio do PTI-BR, Sebrae e UniAmérica – no Salão de Investidores do Festival das Cataratas. O evento presencial está programado para os dias 2, 3 e 4 de dezembro, em Foz do Iguaçu. 
   
Camila Giacomelli. gestora de Turismo da Região Oeste do Sebrae-PR, disse que os projetos criados na maratona podem impactar positivamente o desenvolvimento sustentável da cidade e região. “Os turistas vão gostar mais desse destino pela sua interação e experiência, e isso pode aumentar a quantidade de gastos, o tempo de estadia, e isso tem um impacto grande na economia local”. 
    
Pré-incubação no PTI-BR
   

Os três melhores projetos já estão automaticamente selecionados para o processo de pré-incubação oferecido pelo Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR), com direito a uma bolsa-auxílio no valor de até R$ 1100,00, por até dois meses, para aperfeiçoarem os seus negócios. Durante esse período, os novos empreendedores poderão contar com uma assessoria completa oferecida pelo Parque com treinamentos e o auxílio de profissionais especializados para ajudá-los a transformarem a ideia em negócio. 
    
Além disso, eles terão a oportunidade de integrar o ecossistema de inovação do PTI-BR. As três melhores equipes da maratona também têm direito a 10 horas de consultoria e imersão juntamente ao Sebrae Paraná, e as duas melhores receberam uma premiação em dinheiro (R$ 3 mil para os vencedores e R$ 2 mil para os vice-campeões).
    
De acordo com Rafael Campos, analista de Negócios do PTI-BR e um dos organizadores do evento, os resultados da edição foram positivos. “Apesar da pandemia ter frustrado a realização presencial do evento, isso em nada afetou a qualidade e os objetivos do evento. Olhando os números, percebe-se que o evento deste ano fui um sucesso. São ações como essa que precisam ser incentivadas em nosso ecossistema a fim de termos mais pessoas sensibilizadas para a cultura da inovação e visão empreendedora”, completou.
    
Para ajudar as equipes no processo de transformação das ideias em negócios, o Hackatour Cataratas 2020 contou com um time de 30 mentores especialistas em áreas como marketing, turismo, gastronomia, programação, designer, engenharia e negócios, entre outras.