Com apoio do PTI, cursinho pré-vestibular da Unioeste é sucesso entre os estudantes

Com apoio do PTI, cursinho pré-vestibular da Unioeste é sucesso entre os estudantes

04/12/2018

O projeto já existe ha alguns anos, fruto de uma parceria entre o Parque Tecnológico Itaipu (PTI) e a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), visando oferecer para a comunidade a oportunidade de um cursinho pré-vestibular. Pelo projeto, alunos de vários colégios estaduais de Foz do Iguaçu se preparam o ano inteiro acompanhando as aulas do cursinho, o que, segundo a coordenação pedagógica da universidade, tem aumentado em 50% o nível de aprovação desses alunos em vestibulares de instituições públicas.

 

E não basta somente acompanhar as aulas semanais, o cursinho também oferece um encontro na véspera dos vestibulares, o chamado “aulão”, realizado em dois dias antes das provas. Os conteúdos são repassados pelos monitores responsáveis por cada disciplina, supervisionados pelos professores da universidade. No último final de semana, o aulão reuniu, entre sexta-feira (30) à noite e sábado (01) pela manhã, mais de 200 estudantes que fariam o vestibular da Unioeste no domingo (02).

 

 

Para uma das candidatas, Keila Ferreira Costa, de 22 anos, a revisão do cursinho é excelente para os candidatos. “É uma chance de deixar tudo mais fresco e aprimorar os conhecimentos. É uma ótima iniciativa”, comentou a estudante.

 

Janaína Almeida, coordenadora do cursinho pré-vestibular da Unioeste e assessora pedagógica do campus Foz do Iguaçu, destacou que a parceria com o PTI permitiu que a universidade ampliasse o projeto do cursinho para a comunidade, além de deixar os candidatos com maior nível de competição.

 

“Sem o Parque Tecnológico dificilmente conseguiríamos ampliar o projeto e oferecer monitoria com os nossos acadêmicos e, desde que o cursinho vem promovendo esses aulões antes das provas, percebemos que os candidatos se sentem mais preparados e aproveitam para tirar as últimas dúvidas. Nosso cursinho tem sido um sucesso entre os estudantes”, avalia.

 

São 16 professores da Unioeste que acompanham os monitores do cursinho, fazendo simulados, planejando aulas e organizando revisões, “um projeto de extensão social que a USP faz, a Universidade Federal do Paraná (UFPR), a Unicamp e aqui, graças ao PTI, temos 33 bolsas de monitoria para tocar o cursinho”, ressalta Janaína.

 

 

Um dos monitores e graduando de Letras da Unioeste, Deni Soares da Silva, diz que o cursinho pré-vestibular tem uma visão social que faz a diferença na comunidade local. “É um importante instrumento que facilita o aprendizado como oportunidade única aos candidatos”.

 

“A parceria, PTI e Unioeste, tem sido efetiva e o nosso objetivo de melhorar na qualidade da educação tem sido atendido, estamos satisfeitos por isso estar dando tão certo com a comunidade”, enfatiza a gestora do programa Educação e Cultura do PTI, Jéssica Lima.

 

O diretor superintendente do PTI, Jorge Augusto Callado, a parceria demonstra o compromisso do Parque em atender e ampliar os serviços para a sociedade, contribuindo com o desenvolvimento sustentável. “Esse é um projeto de extensão que oportuniza o acesso ao ensino superior e a novos postos de trabalho, uma importante ferramenta de construção e desenvolvimento com sustentabilidade”.