Transformar conhecimentos e tecnologias em

 

soluções para o progresso da sociedade

CTI inaugura sala especial para guias de turismo, no Dia Nacional do Guia

CTI inaugura sala especial para guias de turismo, no Dia Nacional do Guia

10/05/2017

No Dia Nacional do Guia de Turismo, 10 de maio, o Complexo Turístico Itaipu (CTI) preparou uma surpresa para esses profissionais: foi inaugurada nesta quarta-feira (10) a Sala do Guia, onde eles poderão descansar, assistir filmes e acessar a internet, enquanto os turistas visitam os atrativos turísticos do CTI. “Enquanto nós cuidamos do bem mais precioso deles – os clientes -, os guias têm um espaço confortável para lazer, entretenimento e conectividade”, destaca o gerente geral do Complexo, Yuri Benites.

 

Computadores com acesso à internet, água, café, serviços de streaming de vídeo e televisão a cabo vão garantir o relaxamento e o entretenimento dos guias enquanto os turistas conhecem as atrações da usina hidrelétrica de Itaipu. “Não teria melhor forma de comemorar do que presenteando esses parceiros nossos com um espaço com mais conforto”, afirma Benites. Durante toda a quarta-feira, lanchinhos ficaram disponíveis na Sala e os guias receberam um kit com brindes para a comemoração.

 

Benites ressalta que, para o CTI, os guias são essenciais: “são eles que fazem o primeiro contato dos visitantes com os atrativos. No caminho para cá eles já vêm preparando os clientes para que a gente possa passar a nossa emoção e a nossa energia”. De acordo com o gerente geral do CTI, a Sala também será utilizada por taxistas e motoristas que frequentam o Complexo.

 

O gerente comercial do CTI, Johnny Illenseer, já foi professor de guias turísticos. Como qualidade necessária para atuar na profissão, ele não hesita na resposta: “gostar de pessoas”. “Quando você tem o contato com a pessoa com uma proximidade maior, ao mesmo tempo em que vive a experiência de levá-la para lugares inesquecíveis, tem a experiência de conhecê-la, saber as vontades e necessidades dela”. Por isso, segundo Illenseer, os guias passam por uma capacitação árdua, que envolve desde história, fatos contemporâneos, legislação trabalhista, a técnicas de atendimento ao cliente e de relacionamento.

 

 

O contato do turista com o guia pode determinar a imagem que ele vai levar dos atrativos turísticos e da cidade, de forma geral. Illenseer exemplifica que é comum pessoas voltarem com imagens negativas de determinado local, mesmo que seja uma ilha paradisíaca, pelo mau atendimento de um guia; assim como, em um lugar que não tenha tantos atrativos, quando o guia sabe explorar os pontos positivos da localidade gera uma impressão positiva.

 

Sobre a inauguração da Sala, o gerente comercial reforça que, para o CTI, é importante que esses profissionais se sintam acolhidos. “Em todos os níveis de necessidade, desde uma água ou um cafezinho, a uma internet rápida para confirmar os passeios e reservas em hotéis, até o entretenimento”.

 

Testada e aprovada

 

Chilcinielly Lopes, 27 anos, foi uma da primeiras guias a entrar na nova sala do CTI. Ela comenta que se sentiu valorizada com o espaço. “A gente vai em muitos lugares onde não tem um local para ficar, não tem água, não tem café. Não tem valorização do profissional desta área, sendo que estamos no segundo maior polo do Brasil em turismo”, diz. Ainda assim, ela considera a profissão como “a melhor do mundo”. “Todo dia recebemos pessoas diferentes, de outros países, outras culturas. E essa parte é muito boa”, conta.

 

Há dois anos Thamara Susan da Cruz, 30, trabalha como guia, e se diz apaixonada pela área de turismo. “Eu trabalho porque amo a minha profissão. Não por dinheiro, nem porque é mais fácil, porque não é”, comenta. Além de conhecer outras culturas, Tamara também se realiza apresentando a nossa cultura para os visitantes. Ela também ficou feliz com a Sala do CTI. “Representa a valorização do nosso trabalho, de ter um guia de turismo atendendo o turista hoje na cidade”, avalia.