Transformar conhecimentos e tecnologias em

 

soluções para o progresso da sociedade

Estudos de prospecção energética, afinal, por que isso é importante?

Estudos de prospecção energética, afinal, por que isso é importante?

08/06/2021

Talvez você não saiba, mas a sua região, comunidade ou até propriedade, pode ser uma potencial geradora de energia elétrica.

 

A demanda brasileira por eletricidade segue apresentando taxas de crescimento e, segundo dados da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), em abril de 2021, o consumo nacional de eletricidade aumentou 13,8% em relação ao mesmo mês do ano passado. Todas as classes de consumo apresentaram taxas expressivas de expansão, com destaque para a indústria.

 

Mas afinal, o que tudo isso tem a ver com a população? A resposta é mais simples do que parece: segurança energética. Em resumo, podemos dizer que sem energia a indústria não produz, o comércio não funciona, bem como transportes, e as residências ficam, literalmente, no escuro.

 

Para se ter uma ideia, no Oeste do Paraná - região com forte apelo econômico agroindustrial, a interrupção no fornecimento de energia elétrica pode gerar enormes prejuízos às atividades produtivas, como a avicultura que, sem energia, resulta na morte de milhares de aves em curto espaço de tempo. Prejuízo para os produtores, para as cooperativas e, consequentemente, para a população.

 

Para evitar que tudo isso aconteça, existem os estudos de prospecção energética. Essas pesquisas utilizam uma série de tecnologias para identificar as demandas energéticas de um território e quais os potenciais de geração de energia, a partir de diferentes fontes, que podem atender essas necessidades.

 

Talvez você não saiba, mas a sua região, comunidade ou até propriedade, pode ser uma potencial geradora de energia elétrica. Seja através da implantação de uma pequena central hidrelétrica (PCH), da produção de biogás a partir de resíduos animais ou resíduos vegetais, da utilização de painéis solares, moinhos de vento, entre outros.

 

E é justamente para identificar a melhor solução para cada região, que são utilizados métodos diretos como a coleta de dados a campo ou métodos indiretos com a análise de imagens de satélite de alta resolução. São identificados fatores como principais atividades produtivas, quantidade de moradores, cadeia logística, infraestrutura, se possui áreas de preservação ambiental, assentamentos indígenas, entre outros.

 

Todos esses dados são transformados em informações para subsidiar o desenvolvimento de projetos e iniciativas que vão garantir a segurança energética daquela região de interesse. Assim, torna-se possível a implantação da alternativa mais adequada para geração de energia elétrica, térmica e até veicular que vão suprir o setor produtivo, gerar desenvolvimento e qualidade de vida para a população.

 

Você pode conhecer os estudos de prospecção energética desenvolvidos pelo Centro de Competência Inteligência e Gestão Territorial ou conversar com um dos especialistas no tema entrando em contato através do e-mail inteligencia.territorial@pti.org.br.

Créditos imagem: Rubens Fraulini/ Itaipu Binacional