Felipe Cachopa, o criador das capivaras do PTI

Felipe Cachopa, o criador das capivaras do PTI

Você já se perguntou quem é que cria as nossas capivaras (vulgo "capis") aqui do PTI? Te apresento o responsável pelas simpáticas mascotes do Parque: Luis Felipe Cordeiro, mais conhecido como "Felipe Cachopa". 

 

"Comecei a desenhar ainda criança, sempre gostei e tive incentivo dos meus pais. Sempre desenhei na escola, fazia os professores... Meu tio e primo desenhavam, os usei como exemplo. Meu primo me ajudava a estudar, foi meu tutor. Ensinava técnicas de sombreado, degradês... Mas que eu comecei a estudar mais pesado mesmo, faz uns cinco anos".

 

Autodidata, o ilustrador foi longe com seus desenhos, participando de programas de peso nacional, como da Sabrina Sato e Mais Você. A porta de entrada foi o "Qual é o seu Talento", em 2009. "Fiz um desenho num evento da igreja: com o papel de cabeça para baixo, desenhei Jesus. Acabei mandando esse vídeo para o SBT. Eles acharam legal e sugeriram a ideia de fazer com glitter" - se você ainda não viu, vem aqui!

 

Nesse caminho, claro, que tiveram os momentos mais marcantes. "Encontrar o Silvio Santos foi muito especial. Fiquei muito emocionado. Ele é um ícone da comunicação brasileira! Também foi muito legal encontrar, desenhar e presentear a Xuxa, no programa Legendários (programa de Marcos Mion)", lembra. 

 

Aqui no PTI, o publicitário trabalha no setor de Comunicação e Marketing, e os anos de desenho o ajudam a criar peças, como (voltando ao que foi dito no início do post) as Capis! "Quando a gente entra aqui no parque, é a primeira coisa que reparamos. Foi o que me chamou atenção quando comecei a trabalhar aqui. Elas são carismáticas, aí resolvi criar algo. Já sinto um carinho pela Capi!".

 

O desenho também ajuda em outras áreas da criação, como combinação de cores, dimensões e design. E claro que trabalhar com o que ama fazer é sinônimo de satisfação. "Me sinto realizado desenhando. Quero continuar trabalhando com isso, criar um livro ilustrado, talvez. Meu sonho, um dia, é conseguir expor e comercializar meu trabalho na Comic Con".

 

LUIS FELIPE CORDEIRO - 1 ANO DE PTI - COMUNICAÇÃO E MARKETING