Fundação PTI presta homenagem a Luis Scasso, ex-diretor da Organização de Estados Ibero-Americanos

Fundação PTI presta homenagem a Luis Scasso, ex-diretor da Organização de Estados Ibero-Americanos

20/02/2017

Luis María Scasso, ex-diretor da Organização de Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), recebeu, na manhã de hoje (20), uma homenagem da Fundação Parque Tecnológico Itaipu (PTI) pela contribuição prestada à instituição nas relações internacionais com países membros da organização.

 

Em 2011, a Fundação PTI firmou um Termo de Cooperação com a OEI, para o desenvolvimento conjunto de ações, programas e projetos de interesses comuns. “Luis foi quem articulou o convênio e, permanentemente, traz pessoas de diversos países para conhecer o PTI. Essa rede gerou diversas conexões e nos permitiu apresentar a proposta deste parque tecnológico para pessoas, instituições e universidades de muitos países”, destacou o Diretor Superintendente da Fundação PTI, Juan Carlos Sotuyo.

 

Recentemente, Luis intermediou o contato com técnicos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Produtiva da Argentina, que contribuíram com a formatação de uma antena tecnológica territorial, que atuará no oeste do Paraná. “Com este ato, queremos destacar o nosso reconhecimento ao apoio do Luis ao PTI”, disse Juan.

 

Luis agradeceu a homenagem enfatizando o conceito de cooperação internacional. “Neste mundo complexo, em que os países estão expostos às tensões causadas pela globalização, o conceito de cooperação internacional incorpora o componente 'solidariedade'. Enormes desigualdades existem e a cooperação internacional deve ser compreendida com a certeza de que os problemas globais e locais só podem ser resolvidos coletivamente. A cooperação entre indivíduos, organizações e países é a forma de resolver definitivamente os principais desafios que a humanidade enfrenta”, afirmou.

 

Luis também destacou a importância da missão do Parque como ambiente de integração e cooperação. “Aqui na Itaipu aprendi que 'desenvolvimento' é um forte compromisso para melhorar as condições de vida e aumentar as oportunidade paras sd pessoas, se não for assim, é apenas uma palavra agradável de se pronunciar. O compromisso do PTI com o desenvolvimento territorial define uma agenda atual e real, que afeta as populações. A cooperação internacional para o desenvolvimento é trabalhar junto, organizações e países, para melhorar a qualidade de vida e aumentar as oportunidades para os nossos povos. Esse tem sido o nosso compromisso e este é o meu compromisso”, finalizou.

 

O ato de agradecimento contou com a presença da Coordenadora de Relações Internacionais da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), Gladys Amelia Velez Benito; do Secretário de Desenvolvimento e Investimento da Província de Tierra del Fuego (Argentina), Leonardo Zara, além de diretores e gestores da Fundação PTI. “A Fundação tem um propósito muito firme e claro, que é melhorar a vida das pessoas e promover o desenvolvimento. Acabamos atraindo pessoas com propósitos parecidos. Como são poucos que trabalham nesta linha, é necessário nos juntar para ir mais longe. É um orgulho ter o Luis como parceiro”, disse o Diretor Técnico da Fundação PTI, Claudio Osako.