Transformar conhecimentos e tecnologias em

 

soluções para o progresso da sociedade

GT Itaipu-Saúde divulga agenda de reuniões de 2017 e inicia ações do ano

GT Itaipu-Saúde divulga agenda de reuniões de 2017 e inicia ações do ano

06/02/2017

Profissionais da saúde do Brasil, do Paraguai e da Argentina, representantes de Ministérios, Secretarias de Saúde e de instituições convidadas reuniram-se na última terça-feira (31), para a 148ª reunião do Grupo de Trabalho para Integração das Ações de Saúde na Área de Influência da Itaipu (GT Itaipu-Saúde).

 

No encontro, que envolveu cerca de 120 participantes, foi aprovado o projeto que vai avaliar as capivaras do Refúgio biológico Bela Vista. O projeto será realizado com apoio da Universidade Federal do Paraná e terá duração estimada de dois anos. A parceria também prevê a capacitação de agentes de zoonoses, estudantes e profissionais da tríplice fronteira para a prevenção da febre maculosa brasileira, por meio da caracterização da dinâmica sazonal de carrapatos e a detecção de patógenos transmitidos por vetores. As etapas do projeto estarão alinhadas com as atividades do Centro de Medicina Tropical da Tríplice Fronteira, localizado em Foz do Iguaçu.

 

A reunião contou com a presença do novo Secretário de Saúde de Foz do Iguaçu, Joel de Lima, que falou sobre os desafios para mudar a realidade da saúde no município e destacou a importância da atuação do GT Itaipu-Saúde na região.

 

Durante o encontro, foi apresentado o Plano Departamental de Saúde de Alto Paraná (Cidade do Leste – Paraguai), um diagnóstico situacional da saúde realizado por iniciativa do Conselho Regional de Saúde de Alto Paraná, com apoio da Itaipu Binacional. O diagnóstico identificou os avanços da região, tendo como proposta realizar investimentos no sistema regional de saúde de maneira complementar com as ações do Ministério da Saúde e Bem-estar Social do Paraguai.

 

Ainda, foi a apresentada a campanha “Janeiro Branco”, que destaca a importância dos cuidados com a saúde mental, a prevenção ao suicídio e a depressão. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão, transtorno que pode afetar pessoas de qualquer idade em qualquer etapa da vida, é considerada a primeira causa de prejuízo à qualidade de vida, ocupando o segundo lugar dentre as doenças que mais causam incapacidade para o trabalho - a projeção é que até 2020 esteja no topo da lista.

 

A comissão de Acidentes e Violências apresentou os resultados da campanha “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, uma mobilização anual, praticada simultaneamente por diversos atores da sociedade civil e poder público. Também houve uma apresentação sobre doenças crônicas não transmissíveis. O está prevista a realização de uma oficina para analisar estratégias de enfrentamento para tais doenças, levando-se em consideração as de maior prevalência, como a hipertensão, a diabetes e a obesidade.

 

No âmbito do GT Saúde, a partir de um projeto do Professor German Pignolo (UNILA) e no contexto do Instituto Regional de Educação Médica Faimer Brasil, foi criado um plano de integração das três fronteiras com a implantação da Comissão Docente Estruturada Compartilhada para Programas de Residência Médica da Tríplice Fronteira, que objetiva a busca da excelência acadêmica e a qualificação da formação nos três países.

 

Participação no GT-Saúde

A participação no GT Itaipu-Saúde é aberta a todos os interessados. O GT é organizado em comissões técnicas que trabalham a saúde do trabalhador e meio ambiente; saúde indígena; saúde mental; saúde materno-infantil e do adolescente; saúde do idoso; saúde do homem; acidentes e violências; endemias e epidemias; e educação permanente em saúde. Os encontros acontecem mensalmente. A agenda de reuniões está disponível em aqui.