Transformar conhecimentos e tecnologias em

 

soluções para o progresso da sociedade

Inaugura em Foz do Iguaçu o primeiro minimercado de condomínio

Inaugura em Foz do Iguaçu o primeiro minimercado de condomínio

19/03/2021

Startup participante do Desafio Inova Oeste é responsável pela novidade

 

Já pensou poder fazer compras em qualquer horário, sete dias por semana? E o principal, em pleno tempo de distanciamento social? É com essa proposta que a startup Bit Market inaugurou na última semana, o primeiro minimercado de condomínio em Foz do Iguaçu. A solução, que em poucos dias já está fazendo diferença na vida dos moradores, foi implantada no Edifício Di Cavalcanti, localizado no centro da cidade.

 

Com um mix focado em conveniência, o minimercado oferece para venda perecíveis e não perecíveis, desde itens de primeira necessidade como leite, arroz, açúcar, café, por exemplo, a salgadinhos, doces, bebidas e utilidades do dia a dia como produtos de limpeza e higiene pessoal.

 

A unidade funciona 24 horas por dia e sempre está à disposição dos moradores do condomínio. De acordo com Gerente de Implantações da Bit Market João Felipe Santos, sem a necessidade de dispor de atendentes no local, o sistema de pagamento ocorre na confiança. “A compra funciona da seguinte forma: o cliente escolhe o produto disponível na prateleira ou na geladeira, passa no leitor de códigos de barra do guichê de autoatendimento e finaliza a compra com pagamento por cartão de crédito ou débito. Todo o processo é feito com muita praticidade e segurança”, afirma.

 

 

O formato evita que os moradores precisem se deslocar para realizar compras pontuais, especialmente nesse momento que requer distanciamento social. “A ideia da criação da solução surgiu na pandemia com o objetivo de oferece maior conforto, comodidade e segurança para os moradores. Por exemplo, se ele está em casa cozinhando ou fazendo uma faxina e falta algum produto de última hora ele pode ir até o Bit Market e comprar o que necessita sem precisar sair do condomínio ou aguardar um serviço de entrega”, explica o Gerente de Implantações.

 

A tecnologia utilizada também foi pensada para facilitar a inclusão e a acessibilidade de todos os moradores aos produtos que possuem procedência, qualidade e preço justo. Com a possibilidade de um mix de até 1.200 itens, de acordo com a infraestrutura do local, o monitoramento do consumo da Bit Market é feito em tempo real, com chamado de reabastecimento com abertura automática de ticket, além da disposição de suporte técnico especializado remoto.

 

O modelo de negócio já estava em funcionamento em Curitiba e a participação da startup no Desafio Inova Oeste possibilitou também a implantação do primeiro minimercado em Foz do Iguaçu. “O acompanhamento da equipe técnica do PTI tem sido excelente para que possamos alavancar a nossa solução e adequar as nossas estratégias para alcançar os objetivos pretendidos. Para o futuro projetamos modelar uma franquia para poder ofertar a Bit Market para quem tiver interesse, independente da cidade ou estado”, finaliza João.

 

De acordo com o Analista de Negócios do Parque Tecnológico Wilmar Ribeiro Junior, a Bit Market é uma solução com grande potencial, com uma equipe com perfil multidisciplinar e bem alinhada a nova dinâmica e padrões do mercado. “Nosso trabalho tem sido modelar o empreendimento para escala e contribuir para que a empresa posicione seu negócio estrategicamente”, ressalta.

 

Foto: Bit Market

Desafio Inova Oeste: #resultados

Especial: