Transformar conhecimentos e tecnologias em

 

soluções para o progresso da sociedade

Novo Centro de Desenvolvimento Tecnológico consolida PTI-BR como referência em inovação

Novo Centro de Desenvolvimento Tecnológico consolida PTI-BR como referência em inovação

03/02/2021

O Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR) conta agora com novas instalações para o Centro de Desenvolvimento Tecnológico (CDT). A atual estrutura possui aproximadamente 4.000 m² e é composta por espaços amplos, modernos e integrados.

 

O local dispõe de laboratórios de usinagem, mecânica; de ensaio de baterias, soldas; de realidade virtual/aumentada, simulações elétricas, entre outros, para atender principalmente quatro centros de competências do PTI-BR:

- Automação e Simulação de Sistemas Elétricos: desenvolve sistemas inteligentes, soluções em automação industrial. Além de contar com uma das maiores infraestruturas de simulação em tempo real da América Latina, utilizando a plataforma RTDS (Real Time Digital Simulator).

- Estrutura de Barragens: desenvolve soluções para estruturas de barragens: tecnologia de concreto; geotecnia (produção e análise geológica); modelagem 3D de estruturas civis, equipamentos mecânicos, hidráulicos e elétricos.

- Segurança Cibernética: área estratégica para PTI-BR, Itaipu Binacional e Exército Brasileiro com foco em estudos e simulações em ambientes controlados (laboratórios de eletrônica, comunicações e cibernética).

- Energias Renováveis: investe em soluções sustentáveis a partir do uso racional de fontes de energias renováveis e o uso eficiente dos recursos energéticos disponíveis. Atua principalmente no desenvolvimento de mobilidade elétrica, baterias de sódio e produção de hidrogênio.

 

Segundo Rudi Paetzold, gerente de Infraestrutura, Segurança e Serviços do Parque Tecnológico, o ambiente permite maior integração e interação entre as áreas, além de possibilitar maior otimização dos espaços e equipamentos. “O local foi projetado de maneira que pudesse atender da forma mais adequada possível as necessidades de cada Centro de Competência e para que as equipes se encontrem mais vezes. Existem ali alguns espaços específicos para interação, que são mais descontraídos. Além disso, é possível visitar o espaço, ver as equipes, os testes, as simulações, sem interromper os trabalhos”, explicou.

 

Antiga cozinha dos barrageiros

Referência em tecnologia hoje, o local onde funciona o atual CDT já serviu como cozinha para preparar milhares de refeições diárias para os barrageiros, durante a construção da usina de Itaipu.

 

“Na época da construção da Usina, todo complexo envolvendo também o atual Restaurante dos Barrageiros e os espaços onde funcionam as salas de aulas e alguns laboratórios da Unila serviam diariamente milhares de refeições em salões separados (A, B, C e D). O local onde é o CDT era onde essas refeições eram preparadas. A estrutura é robusta, com pé direito alto, espaços amplos e muito bem construídos, o que possibilitou um bom reaproveitamento”, disse Rudi Paetzold.

 

Essa reforma completa e adequação dos espaços, feita pela equipe de engenharia da área de Infraestrutura, Segurança e Serviços do PTI, foi possível a partir do apoio da Itaipu Binacional. A obra no CDT envolveu uma etapa complexa de planejamento e concepção dos projetos executivos, por conta da quantidade e especificidade dos equipamentos que foram instalados no local.

 

Visita do Ministro de Minas e Energia

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, esteve no PTI-BR na semana passada para visitar e conhecer diversos projetos desenvolvidos no local, com potencial para replicação no setor elétrico nacional.

 

Segundo o ministro, o objetivo principal foi conhecer esses projetos como parte de um processo que está ocorrendo com outras empresas e órgãos ligados ao ministério.

 

“Queremos aproveitar esses projetos e potencializá-los, juntamente com outros que serão definidos como prioritários pelo Conselho Nacional de Política Energética”, afirmou Bento Albuquerque.

 

O ministro destacou que o país precisa melhorar a qualidade dos investimentos em ciência e tecnologia, e que o MME vem trabalhando para o desenvolvimento de políticas públicas nesse sentido. “O PTI tem prestado relevantes serviços à Itaipu e, no que diz respeito ao setor elétrico e outros setores da economia, pode contribuir também. Esperamos que essas políticas venham a contribuir com a sustentabilidade desses projetos do PTI”, avaliou.

 

O ministro visitou as instalações do Parque acompanhado do diretor-geral brasileiro da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, do diretor-superintendente do PTI-BR, general Eduardo Garrido, e de dois conselheiros da binacional – Pedro Miguel da Costa e Silva e José Carlos Aleluia Costa – e diretores de ambas as instituições.

 

“Nesta visita, tivemos a oportunidade de apresentar ao Ministro Bento Albuquerque as soluções que o PTI pode oferecer para o setor elétrico brasileiro, inclusive mostrando trabalhos que já realizamos para Itaipu Binacional, Copel e outros parceiros”, disse o diretor superintendente do PTI, general Eduardo Garrido.