Novos diretores da Fundação PTI reafirmam compromisso do Parque com o desenvolvimento do território

Novos diretores da Fundação PTI reafirmam compromisso do Parque com o desenvolvimento do território

02/06/2017

O compromisso do Parque Tecnológico Itaipu (PTI) na promoção do desenvolvimento territorial sustentável  foi reafirmado pelos novos diretores da Fundação PTI, na manhã de hoje (02), durante cerimônia de transmissão de cargos.

 

A Fundação PTI é a instituição responsável pela gestão do Parque Tecnológico e pela execução de um conjunto de projetos em educação e extensão; pesquisa e desenvolvimento; inovação, negócios e turismo sustentável. Ramiro Wahrhaftig substitui Juan Carlos Sotuyo, no cargo de diretor superintendente; e João Biral Junior substitui Valdir Antonio Ferreira, no cargo de diretor administrativo-financeiro. O diretor técnico, Claudio Issamy Osako, permanece no cargo. O termo de posse foi assinado no dia 17 de maio.

 

Na ocasião, Sotuyo lembrou o contexto em que o Parque foi criado. “Iniciamos com 80 pessoas, hoje são mais de 7 mil, com atividades diariás no PTI. Empresários, estudantes, professores, pesquisadores: uma pequena cidade gerando conhecimento, inclusão, mobilidade social, negócios de base tecnológica e riqueza”, disse. “O Parque existe porque equipes da Itaipu apostaram no desafio. Tiveram a paciência e a inteligência de saber que formar pessoas não tem atalhos, que leva tempo de maturação. Existe porque desafiamos a lógica apontada pela literatura de parques, que afirmava que deveria ter um conjunto de condições para poder pensar em construir um parque tecnológico. Mas demonstramos que o Parque foi criando as condições, que por sua vez realimentam o próprio parque e seu entorno”, enfatizou Sotuyo.

 

Sotuyo foi diretor superintendente da instituição por 14 anos. “O diretor geral da Itaipu não poderia ter feito melhor escolha que a do Ramiro Wahrhaftig, pelo amplo conhecimento contido na sua biografia e que sabe do esforço que é necessário para desenvolver ciência, tecnologia e inovação em nosso país”, afirmou Sotuyo.

 

Ramiro é engenheiro civil e mestre em planejamento energético. Foi Secretário de Estado da Educação, Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e ainda Secretário de Estado da Indústria, Comércio e Turismo do Paraná. “Tive a oportunidade, nestes 2 meses, de verificar nacionalmente e internacionalmente a importância que a Itaipu em relação aos objetivos de desenvolvimento sustentável. É um grande laboratório global, que se expande para a região”, pontuou. “Ao andar pelos corredores do PTI, me sinto privilegiado. Fico emocionado e entusiasmado em ter a oportunidade, com as condições que a Itaipu nos oferece, de trabalhar com tudo que sempre quis e acreditei. Vejo que o entusiamo pela educação, ciência e tecnologia, demonstrado em todos os lugares onde pude atuar, também poderá existir agora no PTI. Hoje, gostaria de reafirmar que o meu maior objetivo é colaborar, por meio da minha experiência, na consolidação dessa excepcional instituição, patrimônio do Paraná e do Brasil”, concluiu.

 

O diretor administrativo-financeiro, João Biral Junior, destacou o potencial do Parque no cumprimento de sua missão com o desenvolvimento da Itaipu e do território. “A Itaipu, que tem como missão gerar energia limpa, elétrica e de qualidade, inovou ao incorporar a necessidade de produzir energia elétrica com responsabilidade social e ambiental. E com isso impulsiona o desenvolvimento sustentável, econômico, tecnológico e turístico do Brasil e do Paraguai. A Itaipu tem aqui no PTI o apoio necessário para o estudo, desenvolvimento e cumprimento destas ações”, disse. “Já pude observar o ambiente de trabalho leve que existe aqui. Com uma equipe técnica extremamente qualificada e comprometida com os projetos aqui desenvolvidos, a Fundação, em poucos anos de existência, já provou que está a altura dos desafios propostos por Itaipu”, avalia.

 

O presidente do Conselho Curador da Fundação PTI, Jorge Habib falou da importância da atuação conjunta dos atores para o fortalecimento do território. “Temos uma missão enorme que é atuar com todas as forças da região. Não adianta todos fazerem força se não estão sincronizados. E não adianta estar sincronizado se não sabemos para onde caminhar. Por isso é preciso ter foco. É o nosso grande desafio, enquanto país, fazer com que os potenciais individuais atuem de forma sincronizadas, orientados a um grande objetivo nacional. A proposta é começar pela nossa região”, disse Habib.

 

A cerimônia contou com a presença do diretor geral brasileiro da Itaipu Binacional, Luiz Fernando Vianna. “O PTI não deixará de ser esse vetor de desenvolvimento da região e continuará sendo um parceiro da população. Vamos dedicar linhas de pesquisa, de educação e desenvolvimento sustentável aos municípios da região”, afirmou. O vice-prefeito de Foz do Iguaçu, Nilton Bobato, também acompanhou a transmissão de cargos. “Fico feliz em saber que os compromissos com a cidade estão mantidos, pois Foz do Iguaçu não pode viver, hoje, sem os projetos que o PTI desenvolve”, considera.

 

O evento foi realizado no Cineteatro dos Barrageiros, no PTI, e reuniu cerca de 400 pessoas. Representantes de instituições públicas e privadas da região oeste do estado, empresários e lideranças locais prestigiaram a cerimônia.

 

PTI

Contribuir, de forma decisiva, para o desenvolvimento da região oeste do Paraná foi o grande motivador para a criação do Parque Tecnológico Itaipu, em 2003. O PTI está instalado nos antigos alojamentos dos operários que construíram a usina de Itaipu e, com um modelo de operação inovador, esses espaços deram lugar a instituições de ensino e pesquisa, salas de aula, laboratórios, incubadora de empresas, entidades governamentais, empresas da iniciativa privada e a sociedade em prol do desenvolvimento científico e tecnológico, da inovação, da formação de competências, da qualificação técnica e do fortalecimento de atividades produtivas do território. Todos os dias, passam pelo PTI cerca de 7 mil pessoas de mais de 40 nacionalidades.

 

O diretor administrativo-financeiro, João Biral Junior, destacou o potencial do Parque no cumprimento de sua missão com o desenvolvimento da Itaipu e do território.

 

Ramiro: Hoje, gostaria de reafirmar que o meu maior objetivo é colaborar, por meio da minha experiência, na consolidação dessa excepcional instituição.

 

O evento foi realizado no Cineteatro dos Barrageiros, no PTI, e reuniu cerca de 400 pessoas.