Painéis fotovoltaicos podem ser solução para melhoria da qualidade da energia elétrica no meio rural

Painéis fotovoltaicos podem ser solução para melhoria da qualidade da energia elétrica no meio rural

18/07/2019

Exemplo de painéis fotovoltaicos que fazem aproveitamento solar. Foto: Alexandre Marchetti. 

 

Avaliar o desempenho e o melhoramento da qualidade de energia elétrica presente no meio rural são os objetivos de um estudo que engenheiros do Parque Tecnológico Itaipu (PTI) estão desenvolvendo em três propriedades rurais do Oeste do Paraná, onde painéis fotovoltaicos foram instalados. A pesquisa faz parte do projeto “Implantação de Unidades Geração Distribuída de Energia Elétrica a partir de sistemas fotovoltaicos em propriedades rurais”, iniciado em 2016 em Assis Chateaubriand, Cafelândia e Medianeira.

 

O projeto é executado pelo PTI, por meio do Laboratório de Automação e Simulação de Sistemas Elétricos (Lasse), e a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS),  e patrocinado pela Itaipu Binacional e cooperativas da região, como a Lar, a Copacol e C.Vale. A iniciativa tem apoio de instituições como a Copel, o Sebrae e o Sistema das Organizações de Cooperativas do Estado do Paraná (Ocepar).

 

A finalidade do projeto é obter informações reais da viabilidade técnica e econômica para outros projetos de aproveitamento solar para produção de energia elétrica no campo, servindo de base para criação de um programa de incentivo da utilização de sistemas fotovoltaicos.

 

Unidade de geração conectada à rede de energia elétrica para estudo dos técnicos do PTI

 

As unidades de geração nas três propriedades rurais se encontram conectadas à rede de distribuição de energia elétrica da Copel. Mensalmente, os engenheiros do Parque Tecnológico visitam essas propriedades para realizar coleta de dados e avaliar a Qualidade de Energia Elétrica (QEE).

 

Em mais de dois anos de pesquisa, os resultados apontam que a instalação de uma microgeração impacta a rede elétrica onde está conectada. O trabalho mostrou que aspectos como flutuação e desequilíbrio de tensão, reduziram seus valores após a instalação dos painéis fotovoltaicos. Segundo os técnicos envolvidos no projeto, os harmônicos (um dos fenômenos eletromagnéticos que afetam a qualidade da energia) presentes na propriedade antes do sistema fotovoltaico conectado à rede, que já eram baixos, foram filtrados e reduzidos, devido à presença do filtro passivo que o inversor de frequência instalado na propriedade possui. 

 

Ainda de acordo com os técnicos, a instalação de painéis fotovoltaicos em propriedades rurais, aparece como uma solução inteligente para problemas relacionados à qualidade de energia elétrica, podendo servir de projeto-piloto para outras propriedades da região interessadas no aproveitamento solar e no melhoramento da qualidade de energia.