Projeto voltado para o ensino de Geografia para pessoas cegas é apresentado na FIciencias

Projeto voltado para o ensino de Geografia para pessoas cegas é apresentado na FIciencias

07/11/2019

Utilizar recursos pedagógicos em sala de aula nem sempre é tarefa fácil. Quando se trata de materiais inclusivos para deficientes visuais, o desafio aumenta. Pensando nisso, os alunos Vitor Moraes e Diego da Costa, do Colégio Estadual Presidente Kennedy, de Rolândia (PR), estão apresentando na Feira de Inovação das Ciências e Engenharias – FIciencias, o "Brasil Tátil" - um mapa político do Brasil completamente adaptado para pessoas cegas ou com baixa visão.

 

Utilizando palitos de dente, lantejoulas, miçangas, botões, espumas, lacres de alumínio, canudos, milho e outros materiais, os estudantes texturizaram uma imagem do Mapa do Brasil, identificando geograficamente todos os estados brasileiros. Cada estado é representado por um item diferente. A “legenda” é um cartão contendo o nome do estado e a capital escritos em braile, acompanhados de uma pequena amostra da textura.

 

 

 

A ideia parece simples, mas contou com uma curadoria importante. De acordo com Vitor, a equipe se deslocou até o Centro de Atendimento ao Deficiente Visual do Colégio Souza Naves, para testar a iniciativa e coletar opiniões dos usuários. “A receptividade foi boa e as opiniões construtivas para otimização do projeto”, destacou o aluno.

 

Além das informações básicas, o Brasil Tátil conta com outras sugestões de atividades que podem ser aproveitadas pelos professores, entre elas um jogo de perguntas e respostas. 

 

Confira o vídeo sobre o tema: Brasil Tátil

 

FIciencias

 

A programação da Feira de Inovação das Ciências e Engenharias – FIciencias, segue até a próxima sexta-feira (08), no Hotel Golden Internacional  Foz, no centro de Foz do Iguaçu. O evento é gratuito e aberto ao público.

 

A Ficiencias é organizada pelo Parque Tecnológico Itaipu (PTI), Itaipu, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Universidade Estadual de Londrina (UEL), Universidade Estadual de Maringá (UEM), Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) e Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), e este ano conta com patrocínio do Parque da Aves, Sanepar e Visit Iguassu.