Transformar conhecimentos e tecnologias em

 

soluções para o progresso da sociedade

PTI-BR e PTI-PY alinham integração para ações futuras

PTI-BR e PTI-PY alinham integração para ações futuras

12/03/2020

As diretorias do Parque Tecnológico Itaipu – Brasil (PTI-BR) e do Parque Tecnológico Itaipú – Paraguay (PTI-PY), reuniram-se nesta quinta-feira, 12, com o objetivo de fortalecer o processo de integração entre as duas instituições, na Central Hidrelétrica de Itaipu, localizada na margem direita da binacional.
     
O diretor executivo do PTI-PY, José Bogarín, comentou que a proximidade entre os dois parques tecnológicos pode permitir interações importantes. “Estamos muito esperançosos em desenvolver a região através dos dois PTI’s unidos e interativos. Quando trabalhamos juntos, temos mais oportunidades de inovação em uma visão de médio a longo prazo”.
     
Durante o encontro foram levantadas algumas temáticas aderentes na relação dos parques tecnológicos, como robótica, mobilidade, sensoriamento remoto, microrredes e Internet das Coisas (IoT). Bogarín também ressaltou que a expertise adquirida pelos dois parques tecnológicos nas entregas realizadas para a Itaipu, podem ser replicadas para outras empresas, gerando emprego e renda para a região.
    

    
“Nós temos os produtos que o mercado quer. O que a Itaipu tem, o mercado quer. Estamos desenvolvendo habilidades para padronizar isso para demandas internacionais e conseguir colocar os mercados que fizemos para a Itaipu para outras centrais hidrelétricas”, disse.
     
De acordo com o diretor técnico do PTI-PY, Nelson Romero, a reunião foi importante para “gerar um ponto de discussão para o desenvolvimento de projetos complementares de alto impacto para os dois países”. Romero ainda afirmou que as atividades, hoje trabalhadas individualmente, podem ter resultados mais efetivos se executadas em conjunto. 
    
O diretor técnico do PTI, Rafael José Deitos, pontuou que a parceria pode ser bem-sucedida tanto em projetos técnicos - citando iniciativas do Centro de Estudos Avançados em Segurança de Barragens (Ceasb) e do Laboratório de Automação e Simulação de Sistemas Elétricos (Lasse) - como na área de empreendedorismo, com a geração de novos negócios. 
   

     
“Com um trabalho conjunto podemos fazer projetos importantes não apenas para o Brasil, mas como para toda a América Latina”, projetou o diretor de Negócios e Inovação do PTI-BR, Rodrigo Régis de Almeida Galvão. O diretor administrativo-financeiro Flaviano Masnik, afirmou que a parceria, além de gerar negócios, é positiva para a mantenedora Itaipu Binacional. “O próximo passo é colocar as equipes para se conversarem”.
   
PTI-PY: novo planejamento estratégico e gestão do turismo
    

Assim como o PTI-BR, que apresentou recentemente seu novo planejamento estratégico, o PTI-PY passa por um momento semelhante, com o processo de elaboração do documento em andamento. Durante a reunião, os diretores também comentaram que em breve o PTI-PY deve passar a fazer a gestão das visitas turísticas da margem direita da Itaipu Binacional. “Seguramente vamos solicitar ao PTI-BR apoio nesse processo pela expertise que possui”, afirmou o diretor executivo, José Bogarín.