PTI desenvolve programa de Pós-graduação em parceria com a Uniamérica e universidades da França

PTI desenvolve programa de Pós-graduação em parceria com a Uniamérica e universidades da França

13/03/2019

O programa de Pós-graduação voltado para estudos de sustentabilidade na região Oeste do Paraná teve a parceria oficializada com a assinatura do termo de intenções entre o Parque Tecnológico Itaipu (PTI) e o Centro Universitário Uniamérica. Os cursos, em nível de especialização com participação de universidades da França, fazem parte do Laboratório de Cidades e Territórios em Transição para a Sustentabilidade (LabCidades), criado pelo PTI e pela Itaipu Binacional.

 

O objetivo do LabCidades é de apoiar o fortalecimento das regiões Oeste e Trinacional para que se tornem mais atrativas de se viver, trabalhar e investir, atuando com foco em cidades voltadas para os cidadãos, que devem ser sustentáveis, inteligentes e seguras. Em razão disso, é que os cursos de pós-graduação têm caráter interdisciplinar, unindo rigor acadêmico com o atuação em campo, para – a partir de uma visão prospectiva e de longo prazo – ofertar soluções inovadoras aos desafios reais da transição para a sustentabilidade.

 

A formação dos cursos do LabCidades é reconhecida como Master in Business Administration (MBA) pela Uniamérica. Para obtenção do título de especialista, o profissional deve apresentar um produto útil ao seu município na temática sustentabilidade urbana, em formato de monografia. No MBA, o aluno coloca em prática seus conhecimentos e também se apropria de uma metodologia ativa, que pode ser aplicada a identificação e solução das mais diversas questões em suas instituições.

 

Representantes de prefeituras e conselhos de desenvolvimento de Foz do Iguaçu, Ciudad del Este (Paraguai), Puerto Iguazu (Argentina), Medianeira, Cascavel, Toledo, Marechal Cândido Rondon, Assis Chateaubriand e Guaíra fazem parte da primeira turma da formação no LabCidades do PTI.

 

As temáticas estudadas, além da realidade de cada município, também seguem os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis) da Organização das Nações Unidas (ONU), que prevê uma agenda com 17 metas globais a serem cumpridas até 2030 por vários países, entre eles o Brasil, a fim de tornar o planeta mais sustentável de forma econômica, social e ambiental.

 

As temáticas trabalhadas na pós-graduação do LabCidades se pautam nos 5 P’s do desenvolvimento sustentável: Prosperidade, Pessoas, Planeta, Parcerias e Planeta. A ideia, segundo a gerente do LabCidades, Adriana Brandt, é “despertar reflexões e, partir daí, aprofundar conhecimentos e construir respostas que cheguem a cada pessoa”. Ela afirma que, embora a economia da região seja pautada no turismo, na Itaipu e no agronegócio, as pessoas vivem principalmente nas cidades. “É preciso investigar os caminhos a serem percorridos nessa transição para a sustentabilidade nas cidades e no território trinacional, tendo em vista uma relação saudável entre esses ambientes e de acordo com os 5 P’s”.

 

Para o diretor superintendente do PTI, Jorge Augusto Callado, “a gestão dos sistemas urbanos apresenta desafios contínuos quanto aos aspectos da sustentabilidade, nossa iniciativa tem entre seus objetivos promover a melhoria da gestão e do planejamento destes ecossistemas”, destacou.