PTI e Uniamérica formalizam contrato de incubação voltado para solução de mercado

PTI e Uniamérica formalizam contrato de incubação voltado para solução de mercado

28/02/2019

Impulsionar para o crescimento e competitividade no mercado. Este é um dos principais objetivos da Incubadora Santos Dumont, do Parque Tecnológico Itaipu (PTI), que, nesta quarta-feira (27), assinou mais um contrato de incubação com uma das novas empresas selecionadas após o edital 2018. A empresa CMSG Tecnologia Ltda receberá, a partir de agora, o acompanhamento do PTI, na parte administrativa e para parcerias de negócios.

 

A empresa trabalha com gestão da saúde e faturamento hospitalar, por meio de uma solução focada em reduzir glosas das operadoras de planos de saúde e foi uma das empresas aprovadas para a incubação, no processo de qualificação do ano passado. Para um dos diretores e ex-aluno da Uniamérica, Cleyber Henrique Santos, a incubação é uma ferramenta importante de impulso e de crescimento.

 

“É um marco da empresa, e estamos muito felizes por assinar o contrato que irá abrir, possivelmente, muitas portas para o nosso negócio. Agradecemos ao PTI e a Uniamérica por esta parceria incrível de investir no empreendedorismo local”.

 

Alunos da Uniamérica acompanharam a cerimônia pra a assinatura do contrato de incubação. Na foto, o diretor superintendente do PTI, Jorge Augusto Callado desatcou a importância do empreendedorismo 

 

Convênio

 

O Convênio 004/2018, firmado entre o PTI e a Uniamérica, em abril de 2018, tem o objeto de implementar estratégias e ações focadas em empreendedorismo unindo os propósitos e esforços das instituições com foco em transformação de profissionais em empreendedores.

 

No ano de 2018 foi lançado o primeiro edital de seleção de empreendimentos para Incubadora Santos Dumont dentro da Uniamérica, que recebeu 33 projetos de diversas áreas. Todas as equipes foram convidadas a participar da etapa de validação e construção do modelo de negócio. Foram mais de 60 horas presenciais de atividades envolvendo temáticas relacionadas aos aspectos: empreendedor, mercado, gestão, finanças e tecnologia. Na etapa final, nove projetos que obtiveram as melhores pontuações técnicas foram aprovados para a incubação no PTI.

 

A assinatura do contrato com a CMSG representa uma nova fase de incubação que é focada em implementar sua solução no mercado. Nessa fase, que se estenderá até janeiro de 2020, o objetivo é gerar as primeiras vendas com o intuito de terminar o desenvolvimento do produto e na sequência preparar a empresa para o crescimento em larga escala.

 

A previsão de conclusão de todas as fases de incubação será em janeiro de 2022, quando a empresa será oficialmente graduada pela Incubadora Santos Dumont com previsão de clientes em escala nacional e internacional.

 

De acordo com o Pró-reitor acadêmico, Blasius Debald, a Uniamérica tem se destacado nos últimos anos como um centro universitário comunitário, em prol da comunidade, e, em razão disso, “aposta no empreendedorismo como força no mundo dos negócios. A parceria entre as duas instituições é importante para contribuir com o desenvolvimento de projetos voltados para atender a sociedade”.

 

O diretor superintendente do PTI, Jorge Augusto Callado, destacou que o PTI está cada vez mais abrindo as portas para a comunidade e estendendo o compromisso de contribuir com o desenvolvimento regional sustentável. “O PTI tem suas ações pautadas em tecnologias, inovação, educação e no aprimoramento do conhecimento técnico que, por meio dessa parceria, desenvolve também o empreendedorismo na região e fomenta a geração de novos negócios”.