PTI sedia Congresso de Engenharia e Ciências Aplicadas nas Três Fronteiras

PTI sedia Congresso de Engenharia e Ciências Aplicadas nas Três Fronteiras

03/10/2019

De 02 a 04 de outubro, o Parque Tecnológico Itaipu (PTI) está sediando o 4º Congresso de Engenharia e Ciências Aplicadas nas Três Fronteiras (MEC3F) 2019, evento multidisciplinar que reúne estudantes, professores e pesquisadores de universidades e instituições da tríplice fronteira, no propósito de discutir trabalhos de ciências aplicadas, engenharias e tecnologias, e tornar projetos mais cooperados internacionalmente.

 

O diretor técnico do PTI, Rafael Deitos, participou da cerimônia de abertura, na tarde desta quarta-feira (2). Para Deitos, a realização de eventos ligados a pesquisa e inovação corresponde à missão do Parque Tecnológico.

 

“Esse objetivo de reunir pesquisadores, professores, acadêmicos e empresários em prol da Tríplice Fronteira, coincide com os próprios objetivos do nosso Parque Tecnológico, que há 15 anos atua no desenvolvimento sustentável da região, promovendo a união entre empresas, centros de pesquisa, laboratórios e instituições de ensino. Esta conexão é essencial para que as pesquisas possam sair da teoria e serem transformadas em soluções e tecnologias reais, com potenciais benefícios econômicos e sociais”, ressaltou o diretor.

 

O Congresso é organizado em parceria com a Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), o Instituto Federal de São Paulo (IFSP) e Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste).

 

Neste ano, 190 trabalhos estão inscritos, com a previsão de 50 apresentações orais. Na edição anterior, cerca de 120 pessoas participaram e o evento teve 100 apresentações de trabalhos, sendo 36 orais e um workshop de inovação em drones na educação.

 

O presidente da comissão organizadora, Fábio Plut Fernandes, disse que o Congresso tem o caráter de promover a discussão enquanto fórum, por isso, após cada apresentação de trabalho, os grupos irão se reunir em fóruns de discussão de temas, no intuito de gerar trabalhos que se tornem cooperados internacionalmente. “Queremos contribuir com o desenvolvimento dos três países da tríplice fronteira e construir cada vez mais recursos humanos para o país”, aponta Plut.

 

Os trabalhos incluem diferentes temas de discussão, como astronomia, automação e controle, acumuladores de energia, biomateriais, energias renováveis, física aplicada, inovação tecnológica, internet das coisas (IoT), entre outros. A programação pode ser acessadas pelo site do evento: (mec3f.spo.ifsp.edu.br).