PTI terá uma Comissão Interna de Conservação de Energia para promover consumo racional de energia

PTI terá uma Comissão Interna de Conservação de Energia para promover consumo racional de energia

24/03/2017

A exemplo da Itaipu Binacional, o Parque Tecnológico Itaipu (PTI) vai criar uma Comissão Interna de Conservação de Energia (Cice), que deve propor ações para o uso racional de energia no Parque. Na quarta-feira (22) integrantes da Cice da Itaipu e do PTI participaram de uma reunião para iniciar a integração desses trabalhos e troca de experiências.

 

Com o crescimento do PTI, que abriga diversos projetos, instituições e universidades e por onde passam, diariamente, cerca de 7 mil habitantes, houve um aumento também do consumo de energia elétrica. Para evitar o desperdício e pensar em maneiras de tornar o sistema mais eficiente, como o uso de fontes alternativas de energia, nos próximos meses começam as atividades da Cice do PTI.

 

O coordenador brasileiro da Cice Itaipu, Marcelo Miguel, afirma que, com a criação da Comissão do PTI, serão integrados os esforços a fim de somar os efeitos da eficiência energética para o benefício comum. “Antes eram alguns 'cases' de extremo sucesso, mas isolados e sem comunicação. Integrando todos esses atores, você tem uma soma e um resultado muito maior”, avalia.

 

-Marcelo avalia que é necessário criar e divulgar uma “cultura da eficiência”. “Muita coisa se consegue com a própria ação dos habitantes do Parque, sem diminuir o conforto. Por exemplo, a iluminação e o ar condicionado são necessários durante os eventos, mas, quando terminam, deve-se desligar tudo, já que o espaço não está mais sendo ocupado". Segundo ele, "precisamos conseguir que esse 'vírus da conservação' infecte todo mundo, para que todos possam integrar esse esforço conjunto pela economia de energia”.

 

Para José Paulo, representante do PTI na reunião, esse movimento de aproximação com a Cice de Itaipu, permitindo o aprendizado com a experiência do Comitê, é fundamental para a criação do Cice PTI. “Esperamos em breve estar reunidos aqui as duas Cice”, diz.

 

Ações já iniciadas

 

Mesmo antes do início das atividades da Cice PTI, algumas ações já vêm sendo desenvolvidas no Parque para uma redução no consumo de energia. Desde março, por exemplo, foi alterado o horário da limpeza dos espaços da Fundação PTI. Antes, o serviço era feito até as 22h e, atualmente, é realizado até as 19h30. Após esse horário, as luzes e condicionadores de ar são desligados, conforme Ana Cristina Nóbrega, gerente de Serviços Gerais e Logísticas.

 

Também foram automatizadas algumas salas de aula para a Unila. Com isso, um sensor detecta quando há presença no ambiente: 30 minutos após o espaço ficar vazio, as luzes e condicionadores de ar são automaticamente desligados. Estão sendo realizados estudos para a instalação de placas fotovoltaicas no Parque, o que permitirá que o aumento do consumo seja suprido por energia de fontes alternativas, reduzindo a dependência de energia elétrica.
 

Com apoio das universidades instaladas no Parque, também estão sendo avaliados outros arranjos com fontes energéticas existentes no PTI e acumuladores de energia, para complementar o suprimento energético com fontes alternativas e limpas.