Transformar conhecimentos e tecnologias em

 

soluções para o progresso da sociedade

PTI, Unioeste e Unila promovem seminário sobre inovação e propriedade intelectual

PTI, Unioeste e Unila promovem seminário sobre inovação e propriedade intelectual

21/07/2020

O Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR), em parceria com a Unioeste e a Unila, promovem, nos dias 28 e 29 de julho, um seminário on-line para debater o marco legal de inovação e aspectos da propriedade intelectual no PTI. O objetivo é introduzir o tema do marco legal, mostrar quais melhorias trazidas e como elas podem desburocratizar as atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação.

 

O seminário terá duas turmas, das 8h às 12h. Para se inscrever, o participante deverá escolher entre um dos dois dias do evento (28 ou 29) e preencher os dados pessoais. O formulário está no link bit.ly/capacitacaoPI.

 

Na programação, estão inclusas explicações sobre a lei de inovação e do marco legal, definições sobre Instituição de Ciência e Tecnologia (ICT) e Núcleo de Inovação e Tecnologia (NIT), a propriedade intelectual como mecanismo de proteção do conhecimento das ICTs, entre outros temas. Também será apresentada a relevância da propriedade intelectual e do cuidado com esses ativos no desenvolvimento das atividades.

 

O Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação (Lei 13.243/2016) foi promulgado pelo decreto 9.273/2018. A medida trouxe alterações na chamada Lei da Inovação (10.973/2004) e em outras oito leis (Lei de Licitações, Lei de Importação de Bens para Pesquisa, Lei das Fundações de Apoio, entre outras). O objetivo é simplificar a legislação para incentivar o investimento em ciência, tecnologia e inovação (CTI), principalmente, no setor público.

 

Entre os objetivos do marco legal estão a promoção de atividades científicas e tecnológicas como estratégias para o desenvolvimento social; a promoção da cooperação entre empresas do setor público, privado e produtivo; o estímulo à atividade de inovação nas empresas e nas instituições de ciência e tecnologia (ICTs, caso do PTI); e a simplificação de procedimentos para gestão de projetos de CTI.

 

A iniciativa é uma das ações previstas no Planejamento Estratégico 2020-2024 do PTI.